quarta-feira, 29 de Fevereiro de 2012

Caála tem apoio do Governo



O governador da província do Huambo, Fernando Faustino Muteka, garantiu no sábado que a equipa que dirige vai dar todo o apoio necessário à direcção do Clube Recreativo da Caála, sempre que tal ajuda for solicitada.

Discursando na cerimónia de tomada de posse dos novos corpos gerentes do Caála para o quadriénio 2012-2016, o governador do Huambo justificou que a disponibilidade em apoiar as acções desta agremiação desportiva demonstram a importância que o seu elenco atribui ao Desporto enquanto fenómeno social de interesse público.

Faustino Muteka apelou aos dirigentes do Caála no sentido de tudo fazerem para que este clube continue a trilhar caminhos de sucesso, que engrandeçam a província do Huambo, tal como têm vindo a fazer até ao momento.


Espero que neste novo mandato o Recreativo da Caála continue a dar alegrias ao povo do Huambo, não apenas por ser a única equipa da província no Girabola, mas por estar a representar uma região de fortes tradições e história no desporto, em particular o futebol”, salientou.

A Mesa da Assembleia-Geral do Recreativo da Caála é presidida pela ministra do Planeamento, Ana Dias Lourenço, que tem como vice-presidentes o empresário António Mosquito (1º) e o administrador do município da Caála, Miguel Somakessendje (2º). Umbelina Maria é secretária. O Conselho Fiscal, Jurisdicional e Disciplinar é presidido por Francisco Queirós, coadjuvado por David Velhas, enquanto José Mateus Peixoto é o presidente do Conselho caalense, cujo vice-presidente é Sebastião Lavrador.

A direcção do único clube da província do Huambo a competir no Campeonato Nacional de Futebol da I Divisão (Girabola) é presidida por Horácio Mosquito, coadjuvado por Eduardo Pindali (vice-presidente administrativo), Moisés Feliciano (para área desportiva), Victor Kavinokeka Paulo (para área financeira) e Armindo Pindali Sicola, vice-presidente de direcção para o património do clube.

in Jornal de Angola de 29.02.2012

Huambo tem novo instituto



A província do Huambo vai contar, a partir de Março deste ano, com mais uma instituição privada do ensino superior.

Trata-se do Instituto Superior Politécnico Sol Nascente que, de acordo com o seu chefe de secretaria, Damião Pakissi, em declarações à Angop, o estabelecimento deve ministrar cursos de licenciatura em Direito, Ciências Políticas e Relações Internacionais, Economia, História, Enfermagem, Informática de Gestão, Contabilidade e Finanças.

A instituição possui infra-estruturas próprias (dez salas e dois anfiteatros para conferências) e, neste primeiro ano de funcionamento, prevê matricular 1200 estudantes em três turnos (manhã, tarde e noite).

Damião Pakissi disse que as matrículas decorrem desde o dia 15 deste mês e terminam amanhã, tendo realçado que os cursos de Direito e Enfermagem são os que registam maior procura.

O Instituto está a proceder à selecção de professores nacionais e tem já garantidos alguns professores estrangeiros para reforçar o corpo docente.

A província do Huambo, antigo centro académico do país, conta já com o Instituto Superior de Ciências da Educação (ISCED), as faculdades de Medicina, Ciências Agrárias, Direito, Economia e Medicina.

in Jornal de Angola de 29.02.2012

PIR conquista torneio de futsal alusivo aos 36 anos da Polícia Nacional



A equipa da Polícia de Intervenção Rápida (PIR) sagrou-se campeã do torneio de futsal masculino que decorre na província do Huambo, ao derrotar a Unidade Operativa por 4 – 3.

O torneio de futebol salão que a província do Huambo acolhe, enquadra-se nas comemorações do trigésimo sexto aniversário da Polícia Nacional, que se assinalou Terça-feira, 28/02, em todo país.

in Rádio Cinco de 29.02.2012

Inter domina campeonato nacional de corta – mato



O campeonato nacional de corta – mato, em juvenis, juniores e seniores, para ambos os géneros decorreu na Província do Huambo, com a participação de onze equipas, das Províncias do Bié, Huíla, Namibe, Kwanza – sul, Luanda, Kuando – Kubango, Namibe e Huambo.

A formação do Inter clube de Angola foi a vencedora da prova na categoria de sénior e vai representar o país, na competição africana que terá lugar na África do sul.
Em juvenis Donana Benjamim da formação do Naval do Porto – Amboím e Menezes do Sporting do Bié foram os vencedores.


Foi a primeira vez a correr os 50 metros, de corta – mato, não foi difícil”, disse Donana.

Em Juniores, a primeira posição foi ocupada por Joana Baptista, do clube Naval, em femininos, e Timóteo Cambeu do Misto do Kuando – Kubango.

A fundista Adelaide Machado venceu a prova sénior feminina, ao passo que em masculinos venceu Adelino Dumbo, todos do Inter.

in Rádio Cinco de 29.02.2012

Polícia Nacional na Ekunha garante tranquilidade durante o processo eleitoral



O comandante municipal da Polícia Nacional do município do Ekunha (província do Huambo), superintendente chefe Menedito Paquissi, assegurou naquela vila que, a corporação está a criar condições técnicas e humanas, para assegurar a ordem e a tranquilidade durante o processo eleitoral naquela circunscrição.

Discursando durante o acto que marcou as celebrações do 36º aniversário da fundação da corporação, afirmou que uma das prioridades para este ano é assegurar o êxito das eleições naquela região.


Dentro das atribuições de garantir a ordem, defesa, tranquilidade pública e proteger os bens das populações, a Polícia Nacional está atribuída a tarefa de assegurar as eleições gerais que acontecem no terceiro trimestre deste ano no país”, destacou.

O acto das comemorações do 36º aniversário da criação da Polícia Nacional, foi testemunhado pelo administrador municipal, Cesário Calixto Tchissaluquila, onde garantiu a corporação no sentido de continuar a prestar a poio, principalmente os ligados a recuperação das infra-estruturas.


Nós queremos ver melhoradas as condições de acomodação dos afectivos da Polícia Nacional nesta região e vamos propor ao governo da província a construção de esquadras policiais, por formas que os afectivos se sinta honrados com a actividade que exercem nesta região”, destacou.

O administrador municipal do Ekunha, Cesário Calixto Tchissaluquila, reconheceu em parte o papel que desempenha a Polícia Nacional, na manutenção da ordem e tranquilidade no seio das comunidades na sua área de jurisdição.

in ANGOP de 29.02.2012

Reafirmada prontidão das FAA na manutenção da tranquilidade nacional



O comando da Região Militar Centro reafirmou hoje, na cidade do Huambo, a prontidão das Forças Armadas Angolanas (FAA) na manutenção da tranquilidade nacional.

Tal prontidão foi manifestada pelo chefe adjunto da educação patriota da Região Militar Centro, tenente-coronel Francisco Mateus França, quando procedia à leitura da mensagem de felicitações pelo 36º aniversário de existência da Polícia Nacional.

Segundo o oficial superior, as Forças Armadas Angolanas na região centro do país juntam-se aos esforços máximos e tudo farão para contribuir naquilo que for necessário para a manutenção da tranquilidade e da paz.

O tenente-coronel Francisco Mateus França, que, a par do comandante da Região Militar Centro, general Manuel dos Santos Hilário, testemunhou o acto provincial das comemorações do dia da Polícia Nacional, assegurou ainda que as Forças Armadas Angolanas vão igualmente empenhar-se no combate contra todas as acções banditescas no país, incluindo actos de violação, de garimpo em zonas diamantíferas, imigração ilegal, disputas fronteiriças e religiosas, bem como actos de pirataria e terrorismo.

Felicitou, no entanto, a Polícia Nacional por mais um ano de existência, tendo realçado a contribuição elementar, persistente, sólida e consciente deste órgão do Ministério do Interior em prol do desenvolvimento nacional.

O acto provincial das celebrações do dia da Polícia Nacional decorreu na 4ª Unidade da Polícia de Intervenção Rápida, nos arredores da cidade do Huambo, e, entre várias individualidades presentes, foi testemunhado pelo governador local, Fernando Faustino Muteka.

Foram promovidos, na ocasião, 60 efectivos da corporação aos graus de inspectores-chefes, no âmbito do processo de reajustamento de funções e patentes, em curso na corporação.

in ANGOP de 29.02.2012

Governo congratulado com as conquistas que a Polícia Nacional tem obtido



O governo da província do Huambo, através de uma mensagem de felicitações distribuída aos órgãos locais de comunicação social, mostra-se congratulado com as conquistas que a Polícia Nacional tem obtido nesta região, no cumprimento das suas atribuições.

Na referida mensagem, por ocasião dos 36 anos de existência deste órgão afecto ao Ministério do Interior, o governo do Huambo mostra-se, igualmente, ciente de que o redobrar de responsabilidades será maior ainda para o bem dos cidadãos.

A Polícia Nacional, lê-se na missiva assinada por Fernando Faustino Muteka, governador desta província, tem cumprido uma nobre missão de desbravar caminhos, obstáculos e dificuldades desde épocas mais difíceis até aos dias de hoje.

O plano de modernização e desenvolvimento em curso na Polícia Nacional, de acordo ainda com a mensagem do governo do Huambo, tem levado a atingir patamares cada vez mais elevados, fazendo com que nas estradas, no ar e aonde exista um cidadão, haja prontidão no combate à criminalidade, com modernidade e eficácia.

A mesma mensagem considera relevante e digno de registo os avanços e vitórias conquistadas na perspectiva de se constituir no país uma Polícia Nacional que se afirme no contexto do continente africano e, em particular, na região da SADC.


Ao se comemorar mais um aniversário da Polícia Nacional, devemos colocar cada agente ao lado do povo e a trabalhar para o povo como elemento tranquilizador, tendo sempre em conta a divisa; pela ordem e pela paz ao serviço da nação”, lê-se na mensagem de felicitações do governo do Huambo, a propósito do dia da Polícia Nacional.
in ANGOP de 29.02.2012

Presidente da AJAPRAZ apela autoridades tradicionais a contribuírem na consolidação da paz


Bento Raimundo, presidente da AJAPRAZ com o Presidente da República

O presidente da Associação dos Jovens Provenientes da Zâmbia (AJAPRAZ), Bento Raimundo, apelou hoje, na cidade da Caála, as autoridades tradicionais no sentido de contribuírem na consolidação da unidade, reconciliação nacional e da paz.

Este apelo foi manifestado pelo presidente da AJAPRAZ, durante um encontro que manteve com as autoridades tradicionais da província do Huambo, onde apelou igualmente as autoridades tradicionais no sentido de se manterem vigilantes nas comunidades, para a preservação da paz que perdura a 10 anos no país.

Na sua intervenção que juntou mais de 600 autoridades tradicionais na cidade da Caála, o também membro do Comité Central do MPLA, pediu igualmente às autoridades tradicionais que a sua vigilância possa reflectir o modelo do comportamento das populações nas comunidades
a exemplo das eleições de 2008”.

São as autoridades tradicionais que contribuem na boa governação do país e na resolução dos problemas das populações antes de ir para os tribunais, são de vocês que bebemos esta experiência, a sua instituição que faz parte da sociedade civil, temos o dever de transmitir aquilo que o estado angolano está a fazer para o bem dos cidadãos”, destacou.

Bento Raimundo realçou que, a paz está a permitir a livre circulação de pessoas e bens em todo país, a reabilitação de infra-estruturas e outras acções que estão a proporcionar o bem-estar das populações.

Durante a sua estada na cidade da Caála, manteve encontro com a juventude onde ofereceu a mais de 300 jovens meios informáticos, parabólicas, electrodomésticos, bem como as autoridades tradicionais instrumentos de trabalho para o aumento da produtividade.

Bento Raimundo procedeu igualmente a entrega gratuita de 300 capacetes de protecção aos moto-taxistas da Caála, numa acção que visa diminuir o índice de mortalidade nesta circunscrição.

in ANGOP de 29.02.2012

Quadros aconselhados a proporcionarem atendimento personalizado às populações



O governador da província do Huambo, Fernando Faustino Muteka, apelou segunda-feira, na vila do Longonjo, aos quadros da administração local no sentido de proporcionarem um atendimento personalizado às populações, por formas a resolverem os seus problemas naquela circunscrição.

Esta posição do governador da província do Huambo foi expressa durante a cerimónia que marcou a inauguração das instalações municipais do Longonjo e equipados com meios informáticos e com condições para dignificar os funcionários que prestam serviços administrativos às populações daquela região.

A infra-estrutura colocadas à disposição dos funcionários da administração de Longonjo comporta um gabinete da administradora adjunto, secretaria, gabinete da repartição de Estudo, Planeamento e Estatística, do Centro de Documentação e Informação (CDI) e uma área anexa onde vão funcionar outras secções, orçado em cerca de 60 milhões de kwanzas.

Na sua intervenção, Fernando Faustino Muteka realçou que administração deve ajudar na resolução dos problemas das populações quer aqueles que podem ser inserido nos programas anuais e os ligados aos sectores da educação, saúde, agricultura, numa altura em que existem repartições competentes e altura para esta actividade.

"A existência da administração depende do povo, queremos que sejam bem atendidos com respeito, carinho, procurar interpretar aquilo que transmitirem, para que a instituição administrava conheça de facto os problemas na sua área jurisdicional e poder com a certeza programar as inquietações postas pelas populações", destacou.

Fernando Faustino Muteka realçou que o legado de Agostinho Neto quase infinito "o mais importante é resolver os problemas do povo", realçando que administração do Longonjo tem novas instalações administrativo razão pela qual se deve olhar para outros problemas, como as estradas da vila.

Por seu turno, a administradora do município do Longonjo, Beatriz Tutuvala Filipe, enalteceu o gesto do governo da província do Huambo porque desde 2009 que iniciou as obras de construção da sede administrativas, os funcionários trabalharam em lugares impróprios que dificultava prestar serviços de qualidade às populações.

O governante durante a sua estada no município de Longonjo, a cerca de 64 quilómetros a oeste da cidade do Huambo, visitou as obras de construção da escola com seis salas no bairro de Camaco e outra do primeiro ciclo "Comandante Nzaji", reabilitada com 15 salas onde estão matriculados na presente época escolar 660 alunos da sétima a nona classe.

in ANGOP de 29.02.2012

Nomeada administradora da Chicala-Cholohanga


Luisa Ngueve, administradora do município da Chicala-Cholohanga

O governador da província do Huambo, Fernando Faustino Muteka, nomeou esta segunda-feira Luísa Ngueve para, em comissão de serviço, exercer as funções de administradora do município da Chicala-Cholohanga, a 42 quilómetros da cidade do Huambo.

De 58 anos de idade, Luísa Ngueve substitui no cargo Benvinda Naculembe que havia sido nomeada em Fevereiro de 2010, após ter sido, em anos anteriores, administradora adjunta do município do Ecunha.

A nova administradora do município da Chicala-Cholohanga, docente universitária, nasceu na comuna do Sambo (Chikala-Cholohanga), a 42 quilómetros da cidade do Huambo e é licenciada em psicopedagogia pelo Instituto Superior de Ciências da Educação (Isced) de Luanda.

Em 2010, ainda como directora da educação, Luísa Ngueve foi eleita diva angolana da educação.

in ANGOP de 29.02.2012

Famílias aconselhadas a cooperarem com a Polícia Nacional



O pároco do município do Longonjo, Amândio Graça Catula, apelou hoje maior cooperação das famílias com a Polícia Nacional, com vista a reduzir a criminalidade no seio da comunidade e garantir maior segurança aos populares.

O padre católico fez tal apelo na missa de acção de graças pelo 36º aniversário da Polícia Nacional, que hoje se comemora, tendo realçado que o sucesso deste órgão do Ministério do Interior, depende também da participação dos cidadãos, através de denúncias.


Para que haja paz e segurança e se promovam os direitos humanos é necessário que haja Polícia, mas a Polícia só não pode fazer nada, é preciso que as famílias ajudem também para facilitar o trabalho da própria Polícia”, frisou.

Participaram na referida missa matinal oficiais, sub-chefes, agentes e trabalhadores civis do comando municipal da Polícia Nacional, familiares e fiéis católico.

in ANGOP de 29.02.2012

Notificados mais de quatro mil casos de doenças diarreicas agudas no Londuimbali



Quatro mil e 503 casos de doenças diarreicas agudas foram notificados de Janeiro até ao dia 26 deste mês pelas autoridades sanitárias do município do Londuimbali, a 92 quilómetros a norte da cidade do Huambo.

A informação foi prestada pela chefe de secção municipal da saúde pública e controlo de endemias, Esperançosa Valeriano Sucumunla, tendo salientado que em relação à idêntico período do ano anterior houve um acréscimo de 2.503 novos casos.

Segundo a responsável, que não avançou o número de óbitos causados por esta patologia este ano, durante o período em balanço as autoridades sanitárias diagnosticaram também 849 casos de febre tifóide, 782 de doenças respiratórias agudas, 395 de malária, cinco casos de mal nutrição e três de tuberculose.

Esperançosa Valeriano Sucumunla informou que na base deste aumento brusco das doenças diarreicas agudas está o débil saneamento básico.

in ANGOP de 29.02.2012

Vacinadores capacitados na comuna do Cambuengo



Cento e quarenta e cinco vacinadores da comuna de Cambuengo, 35 quilómetros da vila municipal do Mungo, e a 130 da cidade do Huambo, participaram numa acção de capacitação visando melhorar a sua actuação na próxima campanha de vacinação contra a poliomielite, prevista para os dias 2, 3 e 4 de Março em todo o país.

A informação foi prestada pelo responsável municipal do Programa Alargado de Vacinação (PAV), Severino Lucamba, garantindo existirem condições técnicas e humanas para o êxito da realização de mais uma campanha de imunização contra a paralisia infantil naquela comuna.

Os vacinadores, segundo o responsável Severino Lucamba, foram formados em métodos de vacinação, formas de actuação, relação entre o vacinador e a comunidade, idade de criança e dosagem.

Apesar de não revelar o número de crianças a serem vacinadas, Severino Lucamba afirmou que nesta jornada serão abrangidas todas as crianças do Cambuengo menores de cinco anos, contrariamente aos anos anteriores.

in ANGOP de 29.02.2012

Hospital Sanatório com falta de sangue



O hospital sanatório do Huambo, maior unidade sanitária da província vocacionada ao tratamento de pessoas com tuberculose, está sem sangue desde o inicio deste ano, apesar do número de doentes com necessidades de sangue estar a aumentar diariamente.

A informação foi prestada hoje à imprensa local pela responsável da hemoterapia da referida instituição hospitalar, Helena Chimbapupela, que apelou as igrejas, organizações juvenis e demais associações da sociedade civil a doarem sangue, para salvar vidas.


"Diariamente entre três a quatro doentes internados neste hospital necessitam de transfusão sanguínea, mas, infelizmente, o nosso reservatório está sem sangue desde o início do ano", lamentou.

Helena Chimbapupela informou que para evitar mortes de doentes por falta de sangue, o Hospital Sanatório tem recorrido à secção de Hemoterapia do Hospital Geral que tem disponibilizado quantidades de sangue necessárias.

in ANGOP de 29.02.2012

segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2012

DHL Express aproxima Huambo ao resto do mundo



A inauguração na sexta-feira, 17, das novas instalações da DHL Express na cidade do Huambo constitui, sem dúvida, um forte indicador da importância que esta empresa confere ao Planalto Central, tido um nó estratégico na rede de expansão dos seus serviços e negócios.

Depois de ter estado a funcionar durante algum tempo em instalações exíguas, incompatíveis com o seu estatuto e projecção internacional, a DHL decidiu oferecer um serviço mais personalizado aos seus clientes, num ambiente mais moderno.

No acto inaugural, o vice-governador para área económica e produtiva da província
do Huambo, Henrique Barbosa, destacou a importância da expansão dos serviços da DHL Express na região, que, em sua opinião, irão contribuir para o crescimento da economia.

A inauguração da nova filial desta empresa no Huambo deve também ser enquadrada dentro da estratégia empresarial de alargamento da sua carteira de negócios, dentro de elevados padrões de qualidade de serviços, num mundo cada vez mais globalizado e em permanente concorrência.

A qualidade de serviços a prestar aos mais distintos clientes que solicitam os serviços dessa empresa foi, aliás, ressaltada pelo director-geral da DHL em Angola,
Alan Cassels, quando da inauguração dos novos escritórios na parte alta da cidade
capital do Planalto Central.

Deixando transparecer que a sua empresa não temia a concorrência, deu a conhecer que a sua presta serviços em 11 províncias das 18 do país Angola, intervindo, sobretudo em áreas na recolha e rápida entrega de encomendas para os clientes que procuram os serviços naquela instituição.

A DLH presta serviços de correios expressos em mais de 220 países. No continente
africano, Angola figura na terceira posição como maior cliente da instituição, depois da África do Sul e Nigéria.

Implantada há mais de 8 anos em Angola, a DHL tem vindo a revelar-se aos longos destes anos um parceiro ideal no transporte e entrega de correio e de mercadorias
aos mais diversos clientes, tanto pessoas singulares como colectivas.

Referem as estatísticas que ela possui mais de 4,2 milhões de clientes em todo o mundo, sendo detentora de uma rede internacional que liga mais de 220 países.

A DHL, segundo dados disponíveis, possui uma frota própria de 450 aviões que operam em aproximadamente 670 voos predefinidos diariamente, acrescidos de 1 618 em aviões comerciais.

Possui ainda 75 mil veículos, que têm servido mais 120 destinos em todos os
continentes.

in Angolense de 25 de Fevereiro de 2012

domingo, 26 de Fevereiro de 2012

Inauguração da estação do CFB - Huambo


Inauguração da gare /estação) do CFB no Huambo.

Vamos ficar dois dias, 27 e 28 de Fevereiro, sem notícias.

sexta-feira, 24 de Fevereiro de 2012

Vidas por um fio salvas da morte


Membros do grupo que esteve de serviço na última sexta-feira liderado pela médica Dyande Nicolau. Fotografia: José Soares

O Instituto Nacional de Emergências Médicas de Angola (INEMA) é um organismo do Ministério da Saúde, cuja tarefa é coordenar o funcionamento, em todo o território nacional, de um Sistema Integrado de Emergência Médica, de forma a garantir aos sinistrados, acidentados ou vítimas de doença a pronta e correcta prestação de cuidados de saúde.

Criado pelo Executivo angolano, através do Decreto 40/2009, teve, desde sempre, por objectivo, a coordenação dos serviços de emergências médicas em instituições privadas e públicas a nível nacional.

O INEMA, por estar ainda em fase de crescimento, apenas se encontra instalado nas províncias de Cabinda, Benguela, Huíla, Huambo, Moxico, Uíge e Zaire, estando a sede principal na capital do país, por ser a província com mais população.

Um dos objectivos do INEMA é expandir os seus serviços a todo o território nacional. Para isso, está, numa primeira fase, a formar quadros para serem posteriormente distribuídos por outras províncias.

O INEMA possui um conselho directivo formado por um chefe de departamento, director-geral e director adjunto, e um corpo constituído por 216 enfermeiros, 104 motoristas e 14 médicos, divididos em quatros grupos, compostos por cerca de 54 técnicos cada um.

Para atender a qualquer solicitação, movem-se as equipas que estiverem mais perto do local onde se encontra a pessoa que necessita do serviço de emergências médicas.
A instituição cria grupos de piquete para trabalhar em eventos que envolvem multidões, como o CAN-2010 ou o Carnaval. No ano passado esteve de serviço em mais de 60 actividades.
in Jornal de Angola de 24.02.2012

Huambo com condições criadas para o campeonato de corta-mato



A província do Huambo, já tem criadas todas as condições para o arranque dos campeonatos nacionais de corta-mato em ambos sexos, a partir de Sábado, 25/02.

A garantia é do Presidente da associação provincial de atletismo do Huambo, Ernesto Silva
. “O Huambo está preparada para realizar o corta-mato nacional, em ambos os sexos, em sénior, júnior e juvenis”.

A província do Huambo, anfintriã da competição, far-se-á representar pelas equipas do Petro do Huambo e JGM, numa prova que será disputada nos terrenos adjacentes à barragem do Kuando, que fica hà cerca de dez quilómetros a este da cidade do Huambo.
in Rádio Cinco de 24.02.2012

Setecentos e cinquenta mil euros aplicados na construção do centro de investigação científica no Huambo



As obras de construção do centro de investigação científica para as alterações climáticas na província do Huambo, orçadas em setecentos e cinquenta mil euros, terão início no final do primeiro trimestre de 2012.

O centro que será erguido na localidade do Cambiote, arredores da cidade do Huambo vai contribuir na resolução dos problemas ambientais da sociedade segundo fez saber, o Reitor da Universidade José Eduardo dos Santos, Cristóvão Simões.


Vai ser um contributo importante para a educação e o bem-estar das nossas populações. Vão beneficiar das actividades do centro todas as comunidades interessadas. Temos o financiamento da parte Alemã do valor de 750 mil euros”, referiu.

Por seu turno a investigadora do centro de estudos e biodiversidade educação ambiental da província da Huíla, Fernanda Langes afirmou que a implementação do Centro de Investigação Cientifica e Alterações Climáticas no Huambo, vai melhorar a qualidade de estudos nas diferentes áreas ambientais.


Se o centro for construído como está previsto há de ser um centro de referência em Angola, para os estudos em diferentes níveis e em diferentes áreas ”, enfatizou.
in Rádio N'Gola Yetu de 24.02.2012

Check-in on-line da Taag vai chegar a Malanje, Luena e Saurimo



As Linhas Aéreas de Angola, TAAG, vão estender, nas próximas semanas, o serviço de check-in online as cidades do Luena, Malanje e Saurimo, anunciou o administrador da companhia para a área Operacional, Rui Carreira.

De acordo com o administrador, o processo de automatização das escalas nacionais, faz parte do investimento da companhia, na melhoria da qualidade do serviço prestado ao passageiro, no aeroporto e a bordo, e incluiu também a disponibilização de outros serviços. “Neste momento temos o serviço de check-in online já disponível em oito escalas nacionais, temos a instalação de balcões de self check-in nos terminais de aeroporto e hotéis, além de termos disponível desde Setembro último os serviços de catering na classe económica dos voos domésticos”, esclareceu.

De recordar que os passageiros que viajam sem bagagem podem, após o check-in online, dirigir-se directamente aos serviços de emigração, mas quem tiver bagagem, deve dirigir-se ao balcão para depositá-la e receber o devido talão.

A companhia angolana de bandeira levou já os seus serviços de check-in online as escalas de Luanda, Cabinda, Lubango, Ondjiva, Huambo, Kuito, Menongue, Catumbela e Namibe, mas pretende estende-los aos 15 destinos nacionais.

A TAAG enfrenta desde 2008 um plano de refundação que visa levar a empresa a atingir excelência operacional, comercial, financeira e organizacional.
in TPA de 24.02.2012

Mais de 480 mil crianças serão vacinadas contra poliomielite



Quatrocentos e 80 mil e 250 crianças menores de cinco anos de idade serão vacinadas contra a poliomielite entre os dias 2 a 4 de Março na província do Huambo, durante a realização de mais uma jornada nacional de imunização contra a paralisia infantil.

Em declarações hoje, a supervisora provincial de promoção de saúde, Marcelina Sónia, informou que neste momento já estão disponíveis as doses necessárias para atingir a cifra pretendida.

Para o êxito da campanha, que pela primeira vez tem como coordenadores gerais os administradores municipais e comunais, Marcelina Sónia disse estarem mobilizados nos 11 municípios da província do Huambo 2.401 vacinadores.

Os mesmos, segundo ela, vão imunizar de porta em porta em todas as localidades, para que nenhuma criança fique sem receber a vacina.

A supervisora de promoção de saúde no Huambo lembrou que na campanha de vacinação anterior, que decorreu de 2 a 4 de Outubro de 2011, tinham sido imunizadas 476 mil e 255 crianças menores de cinco anos.

in ANGOP de 24.02.2012

Associação Otchimunga promove seminário sobre advocacia de Vih/Sida



Um seminário sobre advocacia de Vih/Sida vai ser realizado, esta sexta-feira, no Huambo, numa iniciativa da associação angolana Otchimunga que prevê reunir, a volta da mesma mesa, diversas entidades de instituições governamentais, responsáveis de organizações da sociedade civil, estudantes e professores.

O seminário, primeiro do género que a Otchimunga promove este ano no Huambo, será aberto pelo director provincial da Saúde, Frederico Juliana, segundo lê-se na nota enviada hoje à Angop.

Ao longo do evento, que termina no mesmo dia, serão debatidos temas como acesso aos serviços de saúde, situação de Vih/Sida na província do Huambo, lei de Vih/Sida e Vih nos locais de trabalho, estigma e discriminação.

Consta ainda da agenda de trabalhos, a abordagem do tema sobre o papel dos meios de comunicação social na luta contra o Vih/Sida no Huambo e qualidade de vida das pessoas vivendo com o Vih/Sida.

A Otchimunga, expressão umbundo que em português significa de mãos dadas, é uma associação angolana para a defesa e protecção das pessoas vivendo com Vih/Sida, órfãos e crianças vulneráveis.

in ANGOP de 24.02.2012

Grupos vencedores do Carnaval recebem prémios



Os grupos vencedores do Carnaval na província do Huambo, cujos desfiles ocorreram domingo e terça-feira, receberam hoje os respectivos prémios, em cerimónia orientada pelo director da Cultura, Pedro Nambongue Chissanga.

Na classe A, disputada por oito grupos carnavalescos de adultos, o 1º classificado (Grupo das Artes) recebeu um milhão e 700 mil Kwanzas, ao passo que o 2º (Bloco Branco) e o 3º (Okutiuka) receberam um milhão e 200 mil e um milhão de kwanzas, respectivamente.

Para a classe infantil, o grupo vencedor (Okutiuka) foi premiado com um milhão de Kwanzas, o 2º (Fogo da Paz) com 750 mil e 3º (Brinca na Area) recebeu 500 mil Kwanzas. Concorreram 16 grupos nesta categoria.

Já na classe B de adultos (destinada aos grupos de dança tradicional), a organização do Entrudo deu 800 mil Kwanzas ao vencedor (Katiavala), 600 para o 2º (Essandju Lio Woñi) e 400 mil kwanzas para o 3º (Ongonjo).

Desfilaram, nesta classe, 16 grupos em representação dos 11 municípios da província do Huambo.

Os grupos Rainha do Milho (infantil) e IMA (adultos) receberam cada 50 mil Kwanzas por terem entoado as melhores canções do Carnaval, igual valor entregue aos melhores comnadnates e rainhas das classes infantil e de adulto.

in ANGOP de 24.02.2012

Médio Didi é o último reforço do Recreativo da Caála



O médio trinco Didi, proveniente do AC Léopard de Dolisie do Congo Brazzaville, é o último reforço do plantel do Recreativo da Caála para a época futebolística 2012, em que o conjunto estará envolvido no Girabola e na Taça de Angola.

Com a contratação do futebolista, que já treina com o grupo desde segunda-feira, eleva-se para 28 o número de jogadores a serem inscritos na Federação Angolana de Futebol pela formação caalense.

O vice-presidente desportivo do Caála, Moisés Feliciano, disse hoje à Angop que o plantel será oficialmente apresentado aos sócios e adeptos sábado no amistoso contra o Nacional de Benguela, no estádio dos Kurikutelas.

Frisou que a chegada de Didi visa preencher a vaga deixada pelo médio Ito (Lusitano de Portugal) reprovado nos testes médicos, após um mês de estágio com a equipa em terras lusas.

O Recreativo da Caála, 4º no Girabola 2011, reforçou o plantel com 12 futebolistas, dos quais seis angolanos que evoluíam no estrangeiro, três do Girabola, dois portugueses e um congolês.

Trata-se dos defesas centrais Pepe (ex-Sodigral do Congo Democrático) e Nuno (A.P.E Pitsilia do Chipre), os laterais Projecto (Académica do Soyo), Mangualde (Tondela de Portugal), os médios Edson (ex-junior do Benfica de Lisboa), Stélvio (Sporting de Braga), Cigarro (Académica do Lobito) e Nzinga (FC de Martigues de França), os avançados Garcia (Athlitiko Somateio Alki do Chipre), Igor (Bravos do Maquis) e Tusevo (Sodigral do Congo Democrático).

Do plantel que representou o conjunto a época passada transitaram os guarda-redes Lokwa, Estêvão e Capessa; os defesas Elias, Buba, Vidigal, Campos, Boca, Vado, Maurício e Marinho; os médios Alioune, Dudú e Vovó; e os avançados Paizinho e Femi.

Foram dispensados os avançados Shay, Massinga e Moré, os defesas Henrique e Bulimá, assim como os médios ofensivos Ruben e Nsimba.

Em relação ainda ao plantel da época passada salta à vista as ausências dos médios Celson, que se transferiu para o 1º de Agosto, Osório (Petro de Luanda) e Dário, que vai representar o Recreativo do Libolo, campeão em título, enquanto o defesa central Kialunda rumou para o Interclube.

in ANGOP de 24.02.2012

Caála ambiciona pódio no Girabola2012


Moisés Feliciano, vice presidente do Recreativo da Caála

O vice-presidente desportivo do Recreativo da Caála, Moisés Feliciano, informou que a estratégia para melhorar o 4º lugar do Girabola 2011 passa por vencer os jogos em casa e obter maior número de pontos possíveis no reduto dos adversários.

Apesar de antever uma competição bastante equilibrada e difícil, a julgar pelos investimentos que as equipas fizeram no reforço dos plantéis, o dirigente do único representante da província do Huambo no Girabola mostra-se optimista.

Frisou que o plantel desta época está mais forte e tem opções em todos os sectores, faltando só ganhar o entrosamento necessário e consolidar as estratégias técnicas e tácticas a utilizar ao longo da temporada.

“Vamos disputar 15 jogos em casa e precisamos vencer todos. Se conquistarmos esses pontos (45) e vencermos outros seis em casa dos adversários já vamos fazer a diferença”, avaliou o vice-presidente desportivo do Recreativo da Caála.

O conjunto deu início esta segunda-feira, no estádio dos Kurikutelas, casa emprestada, a derradeira fase de preparação, após cumprir um mês de estágio em Portugal.

Em terras lusas, o Recreativo da Caála realizou sete jogos de controlo com equipas locais da 1ª, 2ª, 3ª e 4ª divisões, além de ter defrontado também o vice-campeão da China. Os caalenses venceram (2-0) o Atlético de Lisboa, empataram contra o Tourreense (1-1), Sourense (2-2), Mafra (2-2) e perderam com a União de Leiria (4-0), Tondela (4-3) e Beijing Guoan (2-0).

O Recreativo da Caála, que na jornada inaugural, prevista para 3 de Março, defronta o Atlético do Namibe, em casa deste, vai disputar na 1ª volta oito dos 15 jogos no seu reduto.

in ANGOP de 24.02.2012

quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2012

Morte do jornalista da Angop representa uma perda para a cultura no Huambo


Pedro Nambongue Chissanga, director provincial da Cultura no Huambo

O director provincial da Cultura no Huambo, Pedro Nambongue Chissanga, informou hoje, quarta-feira, nesta cidade, que a morte do jornalista e delegado da Agência Angola-Press, Joaquim Neves António, representa uma perda irreparável para o sector que dirige.

Segundo ele, o malogrado contribuiu activamente na promoção e valorização da cultura desta região, com realce para as suas manifestações.

Joaquim Neves António, de acordo com o director da Cultura, empenhou-se profundamente na causa justa do povo, concretamente na preservação do património histórico-cultural, além de ter se destacado no processo de resgate dos valores morais e cívicos.


"A sua morte constitui para nós uma perda irreparável, tendo em conta o seu dinamismo e a sua maneira de levar o conhecimento cultural junto das populações", reconheceu.

Joaquim Neves António, que faleceu sábado no Hospital Geral do Huambo, por doença, deixa viúva e sete filhos. Natural do município da Humpata, província da Huíla, o malogrado ingressou nos quadros da Angop como jornalista, em 1982, na Delegação Provincial de Benguela.

Foi nomeado delegado da Angop no Huambo em 1994 e entre Setembro de 2007 a Julho de 2010 exerceu, em regime de acumulação, o cargo de director provincial da Comunicação Social.

Ao longo do seu percurso profissional, Joaquim Neves António, nascido a 09 de Julho de 1963, destacou-se na cobertura da guerra de libertação da cidade do Huambo, em finais de 1994, que se encontrava ocupada durante dois anos pelas extintas forças militares da Unita.

in ANGOP de 23.02.2012

Martolino Pestana busca terceiro mandato



O presidente da Associação Provincial de Futebol (APF) do Huambo, Martolino Culitata Pestana, anunciou segunda-feira à Angop a sua candidatura a mais um mandato, com vista a consolidar os projectos iniciados em 2004, ano em que assumiu o cargo pela primeira vez.

Martolino Pestana informou que se vencer o pleito de Março aposta na construção de uma sede social para a associação e em fazer surgir mais equipas federadas, como aconteceu nos dois mandatos anteriores.

Da actual direcção, apenas é alterada a composição da Mesa da Assembleia-Geral e dos Conselhos de Disciplina e Fiscal, por indisponibilidade dos membros cessantes.


Mantemos o mesmo elenco que tem vindo a trabalhar em prol do desenvolvimento e expansão do futebol na província desde 2004. É nossa intenção consolidar os projectos que iniciámos quando nos foi depositada a confiança de dirigir os destinos do futebol no Huambo”, salientou.

O elenco encabeçado por Martolino Pestana é responsável pelo reaparecimento do Sporting e Ferrovia, além de promover o surgimento dos clubes JGM, Estrelinhas e Saúde. Antes, a província tinha apenas três equipas federadas, Petro, Benfica e Caála, que competiam nos campeonatos locais.



Direcção do Ferrovia

O Ferrovia do Huambo conta desde segunda-feira com nova direcção, eleita no final de uma assembleia-geral, sete anos depois da demissão da anterior, presidida por Jorge da Cruz.

Os sócios da agremiação desportiva mais antiga do Huambo elegeram para presidente de direcção Adriano Marques Catito, coadjuvado por Francisco Jamba Kata (vice-presidente administrativo), Domingos Cangovi André (vice-presidente para o futebol) e António Francisco Neto (vice-presidente para modalidades).

António Joaquim Sapalo é o director-geral na única lista que concorreu ao pleito, cujo objectivo é fazer ressurgir, nos próximos quatro anos, o Ferrovia nas distintas competições desportivas.Para a Assembleia-Geral foi eleito Pedro Armando Boa Vida (presidente).

in Jornal de Angola de 23.02.2012

INABE disponibiliza seis mil bolsas de estudo internas


Diretor do Inabe, Jesus Batista

Cerca de seis mil bolsas de estudos internas, foram disponibilizadas este ano pelo Instituto Nacional de Bolsas de Estudos (INABE).

Segundo o director da instituição Jesus Baptista, as prioridades vão para os cursos de Ciências com 1.500 vagas, Engenharia, com igual número, Tecnologia, com 1.200, Ciências Sociais, com 900 vagas, Letras com 300 e Humanidade com 600 vagas.

No que toca a distribuição por províncias, o responsável fez saber que dentro das seis mil bolsas, o Bengo conta com 240, Benguela com 480, Bié, Cunene e Cabinda com 360, Huambo com 300, para Huíla 480, Kuando Kubango 360, Kwanza Norte e Kwanza Sul 180, Luanda 1080, Lunda Norte e Lunda Sul 120, Malanje 480, Moxico 240, Namibe 120, Uíge 180 e Zaire com 360.
in TPA DE 23.02.2012

Incêndio faz duas vítimas no Bailundo



Duas crianças morreram na sequência de um incêndio, no bairro do São Paulo, arredores da vila municipal do Bailundo, província do Huambo.
As crianças de quatro e treze anos de idade, todas do sexo masculino, acabaram por morrer devido a um incêndio que se presume que tenha sido causado por negligência.

Os vizinhos e demais familiares acreditam que uma vela acesa e o bidom de gasolina guardados no interior da residência tenha sido a causa principal do referido incêndio.


Ouvimos as crianças a gritar e já não foi possível entrarmos porque a casa estava em chamas. Tentamos de tudo mas não conseguimos salvar as crianças. O incêndio ocorreu a noite o que dificultou a pronta comunicação com os serviços de bombeiros”, disse uma testemunha no local.

A administração local em nota enviada a redacção da Rádio local lamentou o infausto acontecimento e prometeu ajudar os familiares das vítimas já que parte da residência ficou totalmente destruída.

in Rádio N'Gola Yetu de 23.02.2012

quarta-feira, 22 de Fevereiro de 2012

Funeral de Jornalista da Angop é a 22 de Fevereiro


Joaquim Neves António

Os restos mortais do jornalista e delegado da Agência Angola Press (Angop) no Huambo, Joaquim Neves António, falecido no último sábado, vão a enterrar hoje, 22 de Fevereiro, no cemitério municipal do Huambo.

A urna contendo o corpo do malogrado jornalista encontra-se em câmara ardente no pavilhão gimno-desportivo do Petro Atlético do Huambo.

De acordo com o programa das exéquias, a cerimónia em homenagem ao jornalista, que morreu no Hospital Geral do Huambo, vítima de doença, vai ter início amanhã às 8h30, com a chegada das entidades protocolares.

São aguardados no local membros do governo da província, das Forças Armadas Angolanas e da Polícia Nacional.O programa inclui, igualmente, a homenagem a prestar por deputados, magistrados judiciais e do Ministério Público e dirigentes do MPLA. Aguarda-se também pela presença de membros do Conselho de Administração da Angop, entidades religiosas, autoridades tradicionais, colegas e amigos


Elementos biográficos

Joaquim Neves nasceu no município da Humpata, província da Huíla, a 9 de Julho de 1963.

Ingressou nos quadros da Angop, como jornalista, em 1982, na Delegação Provincial de Benguela.

Nomeado delegado da Angop no Huambo, em 1994, Joaquim Neves António também exerceu, entre outros, o cargo de director provincial da Comunicação Social (Setembro de 2007 a Junho de 2010).

O malogrado jornalista deixa viúva e sete filhos.

Numa mensagem endereçada à família, o Ministério da Comunicação Social referiu que a sua morte
deixa um vazio difícil de preencher na Angop, em particular,e no jornalismo angolano, no geral”.
in Jornal de Angola de 22.02.2012

Grupo das Artes conquista pela 1ª vez Carnaval do Huambo



O grupo carnavalesco das Artes conquistou terça-feira, pela 1ª vez, o Carnaval da província do Huambo, na classe de adultos, ao obter 292 pontos, tendo quebrado a hegemonia do Bloco Branco, vencedor das duas edições anteriores (2010 e 2011).

Constituído por mais de 300 pessoas, na sua maioria actores, promotores de espectáculos e músicos, grupo das Artes retratou, na sua apresentação, aspectos ligados ao desenvolvimento desta região, com realce para a deslocação do Presidente da República, José Eduardo dos Santos, a esta província a quando da reinauguração do aeroporto local e do comboio dos caminhos de ferro de Benguela.

Em segundo classificado posicionou-se o grupo Bloco Branco, com 229 pontos, e na terceira posição ficou o grupo Okutiuka, ao obter do corpo de jurado 225 pontos.

O grupo Fogo Negro vencedor de 11 edições em 31 participações, conquistou o prémio de melhor Rainha, enquanto os prémios de melhor comandante e canção, foram atribuídos, respectivamente, aos grupos Okutiuka e do Instituto Médio Agrário.

O primeiro classificado recebeu como prémio uma milhão e 700 mil Kwanzas, o segundo recebeu um milhão e 200 mil e o terceiro teve o direito de um milhão de Kwanzas, ao passo que as categorias de comandante, rainha e canção, receberam respectivamente, 50mil Kwanzas.

Já na categoria de dança tradicional, o grupo Katiavala, do município do Bailundo, conquistou, pela terceira vez consecutiva, ao totalizar 233 pontos.

Nesta categoria, as posições imediatas (2º e 3º) foram ocupadas pelos grupos Essandju Liowiñi, com 226 pontos, e Ongonjo, do município do Longonjo, com 223 pontos, enquanto o prémio de melhor canção coube ao colectivo Hélder Neto.

A organização atribui, para o primeiro classificado desta categoria, o valor de 800 mil Kwanzas, o segundo recebeu 600 mil e o terceiro foi-lhe atribuído 400 mil Kwanzas, tendo sido entregues igualmente 50 mil Kwanzas para o vencedor do prémio melhor canção.

Já na classe infantil, disputada domingo, o grupo carnavalesco Okutiuka venceu, pela sexta vez consecutivo, o título, ao obter 251 pontos.

in ANGOP de 22.02.2012

terça-feira, 21 de Fevereiro de 2012

CARNAVAL 2012

Modernização dos serviços no Huambo



O gerente do Banco de Poupança e Crédito (BPC) na província do Huambo, José Abílio Artiaga, que as agências e postos de atendimento desta instituição estão a registar desde o início do ano uma acentuada diminuição de tempo de espera.

Esta situação, explicou, deve-se à introdução do serviço electrónico sms-banking que possibilita aos clientes controlarem qualquer movimento efectuado nas suas respectivas contas. O BPC introduziu o sms-banking no final do ano passado e desde então centenas de clientes têm estado a aderir a este novo serviço.


O sms-banking permite que o cliente seja informado a tempo integral e de forma automática, através do envio de uma mensagem ao seu telefone, de qualquer tipo de operação feita na conta, desde depósitos, transferências e saldo”, esclareceu o gerente.

José Abílio Artiaga frisou que antes da introdução do novo serviço electrónico, as dependências do BPC na província do Huambo registavam enormes concentrações de clientes, alguns dos quais se deslocavam ao banco apenas para a obtenção de informações tidas como básicas.

O Banco de Poupança e Crédito tem quatro agências e igual número de postos de atendimento no Huambo, sendo duas nos municípios do Bailundo e Caála.

O gerente do BPC anunciou para este ano a entrada em funcionamento de três dependências na cidade do Huambo e nas vilas do Alto-Hama e Ucuma.

in Jornal de Angola de 21.02.2012

Reitor da UJES anuncia construção do centro de estudo das alterações climáticas


Reitor da Universidade José Eduardo dos Santos, Cristóvão Simões

O reitor da Universidade José Eduardo dos Santos (UJES), Cristóvão Simões, anunciou hoje, a construção, ainda no decurso do presente ano, de um centro de estudo das alterações climáticas, na província do Huambo, para fortalecer o processo educacional do país.

Em declarações à imprensa, à margem do acto de encerramento do I seminário de balanço das actividades desenvolvidas no âmbito do centro para Ciências e Serviços para adaptação às Variações Climáticas e Uso Sustentável dos Solos (SASSCAL), Cristóvão Simões, frisou que a infra-estrutura será erguida na futura cidade universitária desta região planaltica.

Assegurou que o centro vai contar com a participação de todos académicos nacionais, bem como estrangeiros que têm vínculo com as instituições de investigação científica e desenvolvimento tecnológico dos centros de pesquisa do país.

in ANGOP de 21.02.2012

Ferrovia do Huambo volta a ter direcção sete anos depois



O Clube Ferrovia do Huambo conta, desde hoje, com nova direcção, eleita no final de uma assembleia-geral, sete anos depois da demissão da anterior presidida por Jorge da Cruz.

Os sócios da agremiação desportiva mais antiga do Huambo elegeram para presidente de direcção Adriano Marques Catito, que será coadjuvado por Francisco Jamba Kata (vice-presidente administrativo), Domingos Cangovi André (vice-presidente para o futebol) e António Francisco Neto (vice-presidente para outras modalidades).

António Joaquim Sapalo é o director geral da única lista que concorreu ao pleito, cujo objectivo é fazer ressurgir nos próximos quatro anos o Ferrovia nas distintas competições desportivas locais e nacionais.

Para a mesa da assembleia-geral foram eleitos Pedro Armando Boa Vida (presidente), Mário André (vice) e Sampaio do Amaral (secretário), ao passo que Gabriel Chilena Felo vai liderar o conselho jurisdicional, que conta com Salomão Saculanda e Alfredo Felo Sachivila, enquanto Azenildo Martinho Catombela é o presidente do conselho fiscal e tem como vice Bety Prata Gaieta.

Dos 58 sócios presentes na cerimónia de eleição dos novos corpos directivos do Ferrovia para o quadriénio 2012-2016, 53 votaram a favor da lista candidata, dois abstiveram-se, ao passo que a comissão eleitoral anulou três votos.

Fundado a 1 de Dezembro de 1930, o Ferrovia deteve até meados da década 1970 hegemonia no futebol, basquetebol, andebol, atletismo, ténis de mesa, natação, ténis de campo, xadrez e tiro aos pratos.

Detentor de património infra-estrutural, onde se inclui o estádio de futebol com o mesmo nome (vulgo Kurikutelas), campos de basquetebol, andebol, voleibol e de tiro aos pratos, piscina olímpica e quadras de ténis, o Ferrovia do Huambo, cuja sede social, e infra-estruturas desportivas localizam-se na periferia desta cidade, possui também centro de estágio, restaurante, cine e salão de festas.

in ANGOP de 21.02.2012

Presidente da APF Huambo recandidata-se a mais um mandato



O presidente da Associação Provincial de Futebol (APF) do Huambo, Martolino Culitata Pestana, anunciou hoje que vai se recandidatar a mais um mandato para consolidar os projectos iniciados em 2004, quando assumiu o cargo pela primeira vez.

Informou que, se vencer o pleito de Março, vai apostar na construção de uma sede social para a APF e fazer surgir mais equipas federadas, como aconteceu nos dois mandatos anteriores. Disse que da actual direcção apenas ocorrerão mudanças na mesa da assembleia-geral e nos conselhos de disciplina e fiscal por indisponibilidade dos membros cessantes.


Vamos manter o mesmo elenco que tem vindo a trabalhar em prol do desenvolvimento e expansão do futebol na província desde 2004, pois é nossa intenção consolidarmos os projectos que iniciamos quando nos foi depositada a confiança de dirigir os destinos do futebol no Huambo”, salientou.

A actual direcção da Associação Provincial de Futebol do Huambo é responsável pelo reaparecimento do Sporting e Ferrovia, além de promover o surgimento dos clubes JGM, Estrelinhas e Saúde.

Antes da sua eleição, a província possuía apenas três equipas federadas (Petro, Benfica e Caála) que competiam nos campeonatos locais.

in ANGOP de 21.02.2012

Centro de saúde da Galanga será concluído em Maio



As obras de construção do centro de saúde da comuna da Galanga, município do Londuimbali, 126 quilómetros da cidade do Huambo, serão concluídas em Maio próximo, altura em que a unidade sanitária será aberta ao público.

A informação foi avançada, nesta circunscrição, pelo chefe de repartição da saúde, Felisberto Ambrósio, tendo esclarecido que a construção deste centro se insere no cumprimento do programa de municipalização dos serviços de saúde.

Informou que uma vez inaugurado, o centro de saúde da Galanga irá atenuar as dificuldades que os cerca de 25 mil habitantes desta comuna enfrentam para terem acesso aos serviços de saúde, já que até ao momento não existe nenhuma unidade hospitalar na localidade.

Felisberto Ambrósio considera que a construção do centro demonstra o compromisso da administração do município do Londuimbali em estender a rede sanitária em todas as localidade, para evitar que os populares percorram longas distâncias em busca de assistência médica e medicamentosa.

Informou que o mesmo terá capacidade para internar 20 doentes em igual número de camas.

in ANGOP de 21.02.2012

Administração emprega 27 milhões de kwanza na construção de uma escola com 4 salas de aulas



Vinte e sete milhões de kwanza estão ser empregues desde Janeiro destes ano pela administração municipal do Londuimbali na construção de uma escola com quatro salas de aulas, na comuna da Galanga, a 126 quilómetros norte da cidade do Huambo.

A informação foi prestada hoje pelo chefe de repartição de Estudo e Planeamento da Administração local, Januário Calessi, tendo salientado que esta acção visa aumentar o número de infra-estruturas escolares e diminuir o índice de crianças que estudam em lugares impróprios.

De acordo com a fonte, a construção da escola, com capacidade de albergar mais de 280crianças, termina no princípio do mês de Abril, numa acção inserida no Programa Municipal Integrado de Desenvolvimento Rural e Combate à Pobreza.

A comuna da Galanga possui apenas uma escola reabilitada pela administração e outras são construídas pelas comunidades e carecem de reabilitação.

in ANGOP de 21.02.2012

segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2012

Ministério da Comunicação Social lamenta a morte de Joaquim Neves


O malogrado jornalista da Angop

O Ministério da Comunicação Social lamentou ontem o falecimento do delegado da Agência Angola Press (Angop) no Huambo, o jornalista Joaquim Neves António, ocorrido sábado, vítima de doença.

Foi com profunda dor e consternação que o Ministério da Comunicação Social tomou conhecimento do passamento físico do jornalista Joaquim Neves António, ocorrido este sábado no Huambo”, indica uma nota. “Este infausto acontecimento deixa um vazio difícil de preencher na Angop, em particular, e no jornalismo angolano, no geral, sobretudo por se tratar de um profissional com larga experiência”, sublinha a nota.

Joaquim Neves António exerceu, entre outras funções, o cargo de director provincial da Comunicação Social, entre Setembro de 2007 e Junho de 2010.

Ao longo da sua carreira destacou-se na cobertura da libertação da cidade do Huambo, na década de 90 do século passado.

Joaquim Neves António ingressou nos quadros da Angop em 1982, na província de Benguela, tendo concluído o curso médio de jornalismo em Havana, Cuba, em 1989. Em 1994, foi nomeado delegado da Angop no Huambo.

Natural da Huíla, onde nasceu no dia 9 de Julho de 1963, o malogrado deixa viúva e sete filhos.

in Jornal de Angola de 20.02.2012

Dirigente pede adesão ao processo


Primeiro secretário do MPLA no Huambo, Fernando Faustino Muteka

A coordenadora adjunta do grupo de acompanhamento do comité municipal do MPLA no Huambo, Feliciana Njinga Lumbuambua, pediu sexta-feira a participação dos dirigentes das organizações de base daquele partido nas acções de mobilização dos militantes para aderirem ao processo de actualização do registo eleitoral.

Feliciana Njinga Luambuambua, que falava para os membros do MPLA no Huambo durante o encontro metodológico de capacitação com as organizações de base, referiu que os dirigentes destas organizações têm por missão reforçar as acções de mobilização, para que a maioria da população cumpra o dever patriótico e de cidadania.

A dirigente partidária apelou aos responsáveis dos referidos comités de acção para trabalharem com as instituições religiosas e a sociedade civil, enquanto parceiros do Executivo, com vista a reforçar as acções de sensibilização para adesão maciça ao registo eleitoral em curso em todo o país desde Janeiro último até Abril.

in Jornal de Angola de 20.02.2012

PCA da TPA avalia Centro de Produção no Huambo


Presidente do Conselho de Administração da TPA, António Henriques da Silva

O Presidente do Conselho de Administração da TPA, António Henriques da Silva esteve a trabalhar na província do Huambo, com o objectivo de avaliar o funcionamento do Centro de produção da Televisão Pública de Angola, naquela província.

Na ocasião foi informado detalhadamente sobre o seu funcionamento, desde a redacção, sala de edição, assim como as Régies dos estúdios A e B. De seguida, manteve um encontro informal com os funcionários do referido centro, e tomou nota sobre as preocupações relacionadas com o preenchimento de vagas no quadro orgânico, e melhoramento dos ordenados.

De acordo com o PCA da TPA, foi um encontro menos formal, que serviu para trocar impressões sobre o dia-a-dia do funcionamento da empresa, com especial realce para as questões sociais, e profissionais. O encontro enquadrou-se também naquela que é a perspectiva dos colegas a cerca da integração na empresa, formação e crescimento profissional.

Segundo o responsável, o novo projecto da TPA
Meu município”, tem um pendor informativo, que visa o conhecimento da realidade socioeconómica e cultural das comunidades.

Disse ainda que,
"a rubrica só será possível se tivermos determinado as linhas orientadoras de como deve ser realizado, criando equipas de coordenação editorial central, e também as locais a exemplo do Centro de Produção do Huambo".
in TPA de 20.02.2012

Restos mortais do delegado da Angop serão sepultados esta quarta-feira


Delegado da Agência Angola Press (Angop) no Huambo, Joaquim Neves António

Os restos mortais do delegado da Agência Angola Press (Angop) no Huambo, Joaquim Neves António, serão sepultados esta quarta-feira no cemitério municipal do Huambo, sito no bairro São Pedro, arredores da cidade capital.

A urna contendo o corpo chega às 19h00 desta terça-feira a sua residência, proveniente da casa mortuária, e três horas depois (22h00) será transportada para o pavilhão Gimno-desportivo do Petro Atlético do Huambo onde ocorrerá o velório.

De acordo com o programa das exéquias, a cerimónia em homenagem ao jornalista Joaquim Neves António, que faleceu este sábado no hospital geral do Huambo, vitima de doença, terá inicio às 8h30, com a entrada ao pavilhão de entidades protocolares e respectiva assinatura do livro de condolências.

Estarão presentes no velório membros do governo da província, deputados da assembleia nacional, responsáveis das Forças Armadas Angolanas e da Polícia Nacional, magistrados judiciais e do Ministério Público, membros do comité central do MPLA e do comité provincial, membros do conselho da administração da Angop, entidades religiosas e autoridades tradicionais, representantes de partidos políticos, membros de organizações da sociedade civil, familiares, colegas e amigos.

Natural do município da Humpata, província da Huíla, Joaquim Neves António ingressou nos quadros da Angop, como jornalista, em 1982, na Delegação Provincial de Benguela.

in ANGOP de 20.02.2012

Ecunha prolonga prazo das matrículas



A Repartição da Educação no Município do Ecunha, 45 quilómetros da cidade do Huambo, prolongou por mais 15 dias o período de matrículas dos alunos, apesar das aulas estarem já em curso desde a semana passada.

Tal decisão, de acordo com o responsável em exercício do sector, Isaías Félix, visa permitir matricular os alunos que não conseguiram fazê-lo durante a fase regular.

Informou que até ao momento, foram matriculados, da iniciação até a 12ª classe, 19.752 alunos, contra os 25. 500 que frequentaram aulas em 2011.

Isaías Félix disse que o sector da Educação no Ecunha controla mil e 10 professores distribuídos em 57 escolas do ensino primário, I e II ciclos.

in ANGOP de 20.02.2012

Sugerida maior valorização da cooperação científica



A valorização da cooperação científica entre os investigadores da África Austral, com vista a encontrar-se solução para os problemas de segurança alimentar, ambientais e combater a pobreza e à miséria, foi sugerida hoje, segunda-feira, nesta cidade, pelo reitor da Universidade José Eduardo dos Santos (UJES), Cristóvão Simões.

Discursando na cerimónia de abertura do I seminário sobre o Centro da África Austral para Ciências e Serviços para Adaptação às Variações Climáticas e Uso Sustentável, o académico sublinhou que a valorização da cooperação vai ainda permitir impulsionar o desenvolvimento sustentável dos países integrados na região austral do continente africano.


"Os Governos da África do Sul, Angola, Botswana, Namíbia e da Zâmbia, por reconhecerem o impacto significativo sobre as alterações climáticas dos solos nesta região austral devem cooperar para permitir o fortalecimento da capacidade cientifica e regional", frisou.

Participam no I seminário, promovido pelo Ministério do Ensino Superior, Ciências e Tecnologias, 75 pesquisadores em representação das 18 províncias do país.

O evento, que termina esta tarde, está a ser orientado pelo director nacional de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do Ministério do Ensino Superior Ciência e Tecnologia, Gabriel Luís Miguel.

Da agenda de trabalho, consta a apresentação genética do projecto do Centro da África Austral para Ciências e Serviços para Adaptação às Variações Climáticas e Uso Sustentável em Angola.

Os participantes vão ser informados ainda sobre o memorando de entendimento do referido projecto, do seu plano cientifico integrado, projectos em curso em Angola, arranque faseado das actividades científicas, orçamento e construção do futuro centro na província do Huambo.

in ANGOP de 20.02.2012

Mais de 100 efectivos da Polícia Nacional promovidos



Cento e 73 efectivos do Comando Provincial do Huambo da Polícia foram promovidos hoje, segunda-feira, ao grau de inspectores-chefe, no quadro do reajustamento de funções e patentes em curso na corporação.

A cerimónia, inserida nas actividades do 36º aniversário do órgão, a assinalar-se a 28 deste mês, decorreu na 4ª unidade da Polícia de Intervenção Rápida, e foi orientada pelo comandante provincial, Elias Ndumbo Livulo.

Pediu aos graduados dedicação e zelo no cumprimento das tarefas a serem acometidas.

in ANGOP de 20.02.2012

Okutiuka conquista pela sexta vez consecutiva Carnaval infantil



Ao obter do corpo de jurado 251 pontos, o grupo carnavalesco Okutiuka, do município do Huambo, venceu pela 6ª vez consecutiva o Carnaval infantil, cujo desfile provincial aconteceu domingo no largo Saidy-Mingas.

O grupo Fogo da Paz, do município da Chicala-Cholohanga, ficou na 2ª posição (221 pontos), enquanto o grupo Brinca na areia, do município do Huambo, ocupou o 3º lugar, a mercê dos185 pontos obtidos.

Participaram no desfile provincial infantil 16 grupos, menos um que na edição anterior que, pela 1ª vez, foi disputada fora da cidade do Huambo (vila municipal do Bailundo).

O comandante do Okutiuka foi eleito o melhor entre os demais concorrentes, ao passo que a melhor rainha foi a do grupo Vila Seca, do município do Huambo. O grupo Rainha do Milho, do município da Caála, venceu a categoria de melhor canção.

Ao grupo vencedor foi-lhe atribuído, como prémio, um milhão de kwanzas, o 2º 750 mil e o 3º classificado foi agraciado com 500 mil kwanzas. A melhor canção, rainha e comandante foram premiadas com 50 mil kwanzas, respectivamente.

O desfile de adultos, do qual estão inscritos 21 grupos divididos em duas classes, está marcado para a próxima terça-feira, também no largo Saidy-Mingas. Na classe A vão competir oito grupos e 13 na B.

Os três primeiros classificados da classe A (grupos carnavalescos) vão receber um milhão e 700 mil kwanzas (1º), um milhão e 200 mil (2º) e um milhão de kwanzas para o 3º classificado. Já na classe B (grupos de dança tradicionais) será premiado apenas um vencedor que vai receber 800 mil kwanzas.

O grupo Bloco Branco, do município do Huambo, venceu a edição passada na classe A e o Kativala, do Bailundo, conquistou na classe B.

in ANGOP de 20.02.2012

Encerrou óbito do Rei do Bailundo depois de um mês de dor e luto



O óbito do Rei do Bailundo, Augusto Kachitiopolo, falecido a 14 de Janeiro aos 98 anos de idade, vítima de doença, encerrou domingo, na vila do Bailundo, testemunhado por dez deputados da Assembleia Nacional (AN).

A cerimónia de encerramento do óbito foi orientada pela deputada Ana Maria de Oliveira, por orientação do Presidente da República de Angola, José Eduardo dos Santos.

Na ocasião, Ana Maria de Oliveira manifestou a necessidade dos membros da corte se unirem para enfrentar os desafios que o país vai enfrentar nos próximos tempos.

Realçou que o Executivo vai contribuir na melhoria das unidades da Ombala Mbalundo assim como na reabilitação da montanha Halava por forma a devolver a dignidade aos povos da região e preservar a tradição local.

O Rei Ekuikui IV do Bailundo foi membro do Comité Central do MPLA e deputado à Assembleia Nacional.

in ANGOP de 20.02.2012

Administrador municipal do Kachiungo enaltece projecto "Uahyele Vovambo"


José Manuel dos Santos, administrador municipal de Catchiungo

O administrador municipal do Kachiungo, província Huambo, José Manuel dos Santos, enalteceu hoje o projecto Hahyele Vovambodefinido para assistência médica e medicamentosa nas comunidades sem unidades sanitárias.

José Manuel dos Santos fez este pronunciamento na aldeia de Esfinge, localizada na comuna do Chiumbo, município da Kachiungo, onde realizou a abertura oficial do projecto
Uhayele Vavombonaquela circunscrição.

O administrador municipal do Kachiungo pediu a implementação rotineira do projecto de saúde na aldeia Uhayele Vovambo na sua região de trabalho para permitir a assistência sanitária de maior número de cidadãos residentes em aldeia sem postos e centro de saúde.

José Manuel dos Santos disse que o município possui apenas 14 unidades sanitárias em serviço activo.


Precisamos de mais técnicos e médicos para garantir o trabalho sanitário”, afirmou o administrador municipal do Kachiungo.

Na sua visão, os serviços sanitários ainda são escassos porque a população percorre aproximadamente 10 a 20 quilómetros para ser assistida médica e medicamentosa no município do Kachiungo.

in ANGOP de 20.02.2012

Projecto "Uhayele Vovambo" assiste mais de dois mil cidadãos da aldeia de Esfinge



Uma média de dois mil cidadãos, entre homens, mulheres e crianças, receberam sábado a assistência médica e medicamentosa na aldeia de Esfinge, localizada na comuna de Chiumbo, província Huambo, no quadro do projectoUhayele Vovambo(saúde na aldeia).

A cerimónia da abertura do projecto foi presidida pelo director provincial da saúde do Huambo, Frederico Carlos Juliana, que prometeu desenvolver com persistência serviços sanitários semelhantes nas aldeias sem unidades sanitárias para combater as principais endemias que a assolam o planalto central.

Na aldeia de Esfinge, com oito mil e 430 habitantes, maioritariamente camponeses, foram disponibilizados serviços diversos de consultas de pediatria, obstetrícia, ginecologia, clínica geral, testagem de caso de malária, HIV-SIDA, oftalmologia e estomatologia.

De igual modo, foram distribuídos mil e 500 mosquiteiros impregnados para crianças menores de cinco anos de idade e mulheres grávidas.

A vacinação de crianças contra a poliomielite, sarampo, desparasitação de menores, disponibilização da vitamina “A”, foram os serviços adicionados durante o programa de assistências médica e medicamentosa do projecto “Uhayele Vovambo” na aldeia de Esfinge.

O projecto é implementado pela direcção provincial da saúde do Huambo, as empresas privadas Amosmid e Odebrecht, equipas de médicos cubanos, clínicas e centros de saúde privados e repartição da saúde militar.

Neste programa realizado na aldeia de Esfinge estavam destacados 14 médicos (nacionais e estrangeiros) e 86 técnicos da saúde que apoiaram o serviço sanitário através de acções médicas e palestra sobre as técnicas preventivas e cuidados primários de saúde.

Em 2011, o projecto
Uhayele Vovambobeneficiou os municípios da Caála e Bailundo, onde foram disponibilizados serviços essenciais integrados de saúde nas regiões sem unidades sanitárias.
in ANGOP de 20.02.2012