sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Autoridades tradicionais prontas para contribuírem na educação cívica e eleitoral


As autoridades tradicionais do município da Caála, província do Huambo, prometeram hoje trabalhar em parceria com a Comissão Nacional Eleitoral (CNE) local no tocante à educação cívica e eleitoral da população, antevendo a realização no país dos próximos pleitos eleitorais.

Ouvidos no final de uma palestra promovida pela CNE, que abordou o papel das autoridades tradicionais no processo eleitoral, os sobas, seculos e regedores, disseram terem aprendido no evento conhecimentos que os possibilita sensibilizarem a população para participar de forma cívica e consciente nos escrutínios.

O soba da aldeia Tinguita, Ventura Mapia, disse estar preparado para trabalhar com a CNE para evitar a dispersão dos eleitores, dando-lhes informações pontuais sobre a importância do processo eleitoral para o país.

O soba do bairro Chandenda, Gabriel Próprio, mostrou-se interessado a passar informações na sua comunidade de forma rotineira sobre a preservação dos cartões de voto e contribuir na recolha daqueles cujos eleitores já estão mortos e devolver à CNE para facilitar a actualização dos dados estatísticos no município da Caála.

David Lumbangue, soba do sector da Cangola, felicitou a Comissão Nacional Eleitoral pela realização da palestra já que a mesma, segundo ele, dotou os participantes de conhecimentos necessários para desenvolverem acções de educação cívica e eleitoral nas comunidades.

Os três entrevistados foram unânimes em considerar que a sua acção junto das comunidades será determinante para o sucesso da realização das próximas eleições no país.

in ANGOP de 25.10.2013

Sem comentários:

Publicar um comentário