quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Construção de uma universidade consta nos objectivos da Convenção Baptista


A construção de uma universidade na província do Huambo faz parte dos objectivos a serem alcançados a médio prazo pela Convenção Baptista, que pretende, com esta iniciativa, contribuir significativamente no processo de formação da população, principalmente da juventude.

O anúncio foi feito hoje pelo secretário executivo desta denominação religiosa na província do Huambo, pastor Martinho Sequesseque, a propósito do tema “Contributo dos parceiros sociais no processo de ensino e aprendizagem”.

Segundo explicou, a construção de tal instituição de ensino superior é encarada pela Convenção Baptista do Huambo como a forma mais viável de permitir que as pessoas carenciadas possam ter acesso à formação universitária para, posteriormente, darem seu contributo nas distintas áreas que concorrem para o desenvolvimento harmonioso da Nação.

Não avançou datas concretas do início da efectivação deste objectivo, mas garantiu que esforços estão a ser empreendidos para que, dentro de poucos anos, seja edificada a universidade da Convenção Baptista, inserida no projecto de aumento das infra-estruturas de ensino desta denominação religiosa.

O pastor Martinho Sequesseque fez saber que, actualmente, a Convenção Baptista possui uma escola do ensino de base e um centro de formação profissional, ambos na cidade do Huambo, cifra que diz ser ainda insuficiente para dar resposta à procura da população por ensino e formação profissional diversificada.

O pastor evangélico lamentou, contudo, o facto de muitos parceiros sociais do sector da Educação, com realce para as igrejas, nas suas instituições académicas estipularem o pagamento de propinas muito elevadas, facto que impossibilita o ingresso e a formação dos mais carenciados nestas instituições.

As igrejas, além de trabalhar para a pacificação dos espíritos, devem ajudar também na integridade das pessoas que precisam de alimentação, vestuários, entre outros bens que para serem adquiridos o indivíduo deve ter formação académica e técnico profissional, que garante um emprego”, disse.

Salientou que a Convenção Baptista de Angola no Huambo, apesar das dificuldades, têm dado um grande contributo na formação académica e profissional dos nativos desta região, tendo sempre como preferência os mais carenciados.

in ANGOP de 23.10.2013

Sem comentários:

Publicar um comentário