quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Malária mata mais de 135 pessoas no Huambo



Mais de trinta e cinco pessoas morreram ao longo de 2012 na província do Huambo, vitimas de malária.

O anunciou é do director provincial da saúde, Frederico Juliana tendo informado que comparativamente ao ano transacto os números baixaram consideravelmente fruto das campanhas de sensibilização que tem realizado junto das comunidades.

Frederico Juliana disse que foram diagnosticados mais de trezentos e sessenta e seis doentes com malária dos quais cento e trinta e nove resultaram em óbito.


Em 2011 diagnosticamos 366 mil 926 doentes dos quais 139 resultaram em óbitos. A malária passou em terceiro lugar como causa de morte no Huambo, a ser superado pelas doenças respiratórias agudas e pelos acidentes de trânsito”, sublinhou.
in Rádio N'Gola Yetu de 22.12.2011

Sem comentários:

Publicar um comentário