domingo, 18 de dezembro de 2011

Vice-governador aponta esforços do Exército na defesa da nação



O vice-governador para área técnica e infra-estruturas do Huambo, Paulo Kal, reconheceu sábado, na comuna da Chipipa, 22 quilómetros a norte da cidade do Huambo, os esforços do Exército angolano na defesa do ideal da nação e do desenvolvimento do país.

Ao discursar no acto provincial, comemorativo aos 19 anos da criação do Exército Nacional, assinalado neste sábado, Paulo Kali disse que terminada a guerra há ingentes tarefas por realizar, mormente a reconstrução do país com a reabertura das vias entre as diversas localidades, recolocação das pontes e a reparação de outras infra-estruturas de maior valia para os angolanos.

Durante a cerimónia realizada na 41ª Brigada de Infantaria Motorizada localizado na comuna da Chipipa, o vice-governador apelou ainda o reforço da motivação no seio dos militares para o cumprimento das tarefas e missões superiormente incumbidas.

O vice-governador reconheceu o estado positivo de crescimento e progresso do Exército, por formas a cumprir cabalmente as missões incumbidas, que consiste prioritariamente na defesa da soberania, inviolabilidade das fronteiras terrestres e aéreas, bem como no cumprimento das missões de manutenção da paz, no quadro das Nações Unidas, União Africana e SADC.

Defendeu a necessidade do Exercito em acompanhar a evolução da ciência e técnica para poder cumprir com brio o seu papel de garante da soberania e integridade territorial de Angola, priorizando a formação constante dos afectivos e quadros nas diferentes áreas do saber militar e académica.


"Um militar preparado do ponto de vista académico, profissional e cultural constitui um ganho para sociedade”, realçou.

O vice-governador reconheceu o trabalho desenvolvido pelos afectivos do Exército na província, com destaque para a manutenção da ordem pública, prestação de serviços de apoio às populações, particularmente nas campanhas de alfabetização, vacinação, desminagem, construção de pontes, combate ao crime organizado e ao terrorismo.

A cerimónia dos 19 anos da criação do Exército (17 de Dezembro de 1992) foi marcada com actividades desportiva e recreativas.

in ANGOP de 18.12.2011

Sem comentários:

Publicar um comentário