segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Historiador apela estudantes universitários a preservarem os costumes


O historiador Venceslau Cassessa apelou sábado os estudantes da Faculdade de Medicina Veterinária (FMV) da Universidade José Eduardo dos Santos a preservarem os hábitos e costumes da tradição africana, visando o resgate dos valores morais na sociedade angolana.
 
Ao dissertar na palestra sobre hábitos e costumes, inserida na 2ª edição da tarde do Quimbo, promovida pela associação dos estudantes da FMV, o historiador chamou atenção aos presentes a cerca da necessidade de terem discernimento das coisas positivas e das negativas da tradição.
 
Disse que nem tudo que traz a globalização é negativo e nem tudo que existe na cultura africana é positivo, sendo, por isso, necessário fazer-se um intercâmbio, seguindo a aculturação com muita cautela.
 
Para os africanos, lembrou, é muito patente o respeito pela vida humana, a mulher pela família, pelos antepassados, na qual se operam as grandes maravilhas da continuidade da espécie humana.
 
Sublinhou ainda que para os africanos a solidariedade e a hospitalidade constituem uma das suas particularidades que os distinguem de outros povos do mundo.
 
Lamentou, entretanto, o facto de tais valores estarem a perder-se por influência da aculturação gerada pelo fenómeno da globalização.
 
A primeira edição da tarde do Quimbo aconteceu em 2011, sendo uma actividade de periodicidade anual.
in ANGOP de 19.11.2012

Sem comentários:

Publicar um comentário