terça-feira, 27 de novembro de 2012

Hospital da Caála melhorou serviços


O Hospital Municipal da Caála, na província do Huambo, oferece hoje melhor assistência médica e medicamentosa à população depois de ter sido reabilitado e ampliado, contando actualmente com 200 camas, o dobro de antes, para internamento.


Todos os dias, a unidade sanitária atende nos serviços de pediatria, medicina, maternidade, cirurgia e ortopedia, 140 pacientes provenientes dos municípios da Caála, Ekunha, Longonjo, Ukuma e Tchindjendje, província do Huambo, Chipindo, na Huíla, e Cubal, em Benguela.


Cerca de 203 trabalhadores, entre pessoal administrativo, técnicos, enfermeiros e médicos garantem o funcionamento do hospital. O quadro médico é constituído por oito especialistas, dos quais quatro de nacionalidade vietnamita, dois haitianos e dois cubanos, especialistas em obstetrícia, cirurgia geral, pediatria e medicina geral integral.


A população tem agora uma vida mais tranquila por já não ser necessário viajar para o Huambo para realizar qualquer tipo de consulta.


Ana Tchilonga disse sentir-se muito satisfeita, por não ter de gastar dinheiro com deslocações sempre que necessita de tratamento.Antes, por qualquer coisa, era preciso ir ao Huambo, onde tínhamos de enfrentar muitas enchentes para sermos atendidos”, afirmou.


Manuel Fortes defende que estes serviços devem ser estendidos às demais localidades da província e evidenciou a sua satisfação por agora ter muito próximo da sua casa um hospital ampliado, apetrechado com equipamentos novos e com mais médicos.


Por seu turno, o director do hospital, Fernando Vicente, disse que a reabilitação da unidade sanitária surge na sequência do aumento da oferta dos serviços de saúde na província e, hoje, em termos de especialidade, é o segundo de referência depois do Hospital Regional do Huambo.
in Jornal de Angola de 27.11.2012

Sem comentários:

Publicar um comentário