quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Província com mais de 400 mil cidadãos sem registo de nascimento e bilhetes de identidade

Ernesto Estêvão Pedro, delegado da Justiça no Huambo


O delegado da Justiça no Huambo, Ernesto Estêvão Pedro, estimou existirem na província 465 mil cidadãos sem registo de nascimento e bilhetes de 
identidade, a maioria dos quais vivem em zonas rurais bastante afastadas das vilas municipais e comunais.
 
O responsável frisou que uma das razões da falta desses documentos pessoais (cédulas, certidões e bilhetes) prende-se com o facto de as pessoas não reconhecerem a importância dos mesmos, além de que, em muitos casos, os cidadãos não terem recursos financeiros para pagarem os emolumentos  exigidos para se obter registo de nascimento e bilhete de identidade.
 
Ernesto Estêvão Pedro informou que até princípios de 2011 o número de pessoas sem cédulas, certidões e bilhetes de identidade estava calculado em 920 mil e 723 cidadãos, na sua maioria com idades acima dos 18 anos.
in ANGOP de 15.11.2012

Sem comentários:

Publicar um comentário