sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Bailundo quer melhoria de condições na confecção do pão


A melhoria das condições de higiene na confecção do pão, de forma a se preservar a saúde pública no município do Bailundo (Huambo) foi exigido pela administradora em exercício da circunscrição, Dolina Miguel Nassocopia. 

A administradora expressou o facto em declarações à imprensa, no final de uma visita efectuada a três panificadoras locais, tendo-se manifestado preocupada com as condições actuais em que se confecciona este alimento.

Não gostei a forma e as condições em que se trabalha para a preparação do pão para o consumo dos munícipes. Por isso, estabelecemos um período de 15 dias para os proprietários mudarem as condições, principalmente de higiene, porque a ser assim é um atentado a saúde pública”, notou.

Dolina Miguel Nassocopia referiu que as panificadoras não podem ver apenas os lucros, mas também as condições para assegurar a saúde pública dos munícipes, devendo trabalhar com base nas leis vigentes no país.

Recomendou que o não cumprimento da orientação implicará medidas severas aos infractores.
Administradora lembrou que a boa saúde inicia pelos alimentos que se consome e o pão por fazer parte da dieta diária das famílias, com maior incidência para as crianças, deve ser confeccionado em boas condições de higiene.

Para inverter o quadro, referiu que o sector da fiscalização da administração local vai passar a efectuar visitas permanentes a estas unidades de produção.

in ANGOP de 22.11.2013

Sem comentários:

Publicar um comentário