sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Escolha de cursos universitários e profissões exige muita seriedade

 Francisco Fato, vice-governador da província do Huambo para a esfera económica e produtiva

A escolha de qualquer curso que se pretende seguir na universidade, assim como da profissão, deve ser feita com muita seriedade para que o candidato possa dar passos seguros para o sucesso na vida activa e profissional. 

O argumento é do vice-governador da província do Huambo para a esfera económica e produtiva, Francisco Fato, discursando, hoje, sexta-feira, na abertura da 3ª feira sobre “Orientação vocacional e profissional”, promovida pela reitoria da Universidade José Eduardo dos Santos (UJES).

O responsável realçou que o dialoga e a interacção com profissionais especializados em matérias de orientação, tanto vocacional como profissional, deve ser privilegiado antes de se tomar uma decisão sobre o curso e a profissão a seguir.

Pelo facto de a sociedade actual ser dinâmica e cada vez mais competitiva, Francisco Fato considera que as decisões vocacionais e profissionais acabam tendo muito impacto na vida dos cidadãos.

Informou que o processo de decisão reverte-se de alguma complexidade e pressupõe que os adolescentes e jovens tenham conhecimentos de si próprios, das suas maturidades e estejam munidos de informações escolares e profissionais que possam sustentar as suas deliberações.

Infelizmente, disse o vice-governador do Huambo, nos dias de hoje é frequente encontrar-se estudantes que levam muito tempo para concluir um curso de licenciatura, uma situação anormal já que em muitos casos fazem o dobro do tempo previsto.

Admitiu existirem muitos factores que concorrem para tal insucesso, embora não os tenha revelado, salientando apenas que a má escolha do curso é relevante para este fim.

Nesta senda, Francisco Fato destacou a importância da realização da feira sobre “Orientação vocacional e profissional” que, na sua visão, ajudará os estudantes e candidatos ao ensino universitário a perceberem melhor o processo de selecção e efectuarem correntemente a escolha dos cursos.

O evento tem por objectivo fornecer informações dos diferentes cursos ministrados pelas Faculdades e Institutos Superiores, incluindo programas de estudo, perfil e saídas para o mercado de trabalho.

Visa igualmente fornecer metodologia para os estudantes escolherem conscientemente uma profissão e a carreira universitária, bem como despertar o interesse no estudo das ciências exactas.

Palestras sobre o tema “Como estudar para um exame” e “A escolha vocacional e profissional”, bem como uma exposição dos cursos ministrados na 5ª região académica do país, que abrange as províncias do Huambo, Bié e Moxico e um intercâmbio entre professores do ensino superior e futuros estudantes ou candidatos às distintas instituições de ensino superior estão a marcar a feira.

in ANGOP de 29.11.2013

Sem comentários:

Publicar um comentário