quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Camponeses do Longonjo vão adquirir fertilizantes a crédito


Os camponeses do município do Longonjo, 64 quilómetros a nordeste da cidade do Huambo, vão adquirir, a partir do próximo mês de Dezembro, fertilizantes por via de crédito, que serão disponibilizados pela fábrica “Soyadubos”. 

O anúncio foi feito hoje, na vila do Longonjo, pelo presidente do conselho de Administração da unidade fabril, Sousa Domingos, tendo justificado que a medida visa facilitar os camponeses a ter acesso fácil ao adubo, para aumentar as suas colheitas agrícolas.

Tendo em conta que nem sempre os agricultores têm valores suficientes para comprar adubos, nós vamos ajudá-los para que encontrem facilidades na aquisição de fertilizantes para terem sucesso na sua actividade”, frisou.

Sousa Domingos informou que cada camponês poderá solicitar 200 quilogramas de adubo, sendo que parte do valor da compra deverá ser paga depois da colheita agrícola.

 A fábrica “Soyadubos”, inaugurada este ano, produz diariamente 80 toneladas de fertilizantes orgânicos. No município do Longonjo existem, pelo menos, 13 mil famílias camponesas, cuja actividade é feita numa área de 21 mil hectares.

in ANGOP de 27.11.2013

Sem comentários:

Publicar um comentário