sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Ong sensibiliza mais de 200 pessoas contra Vih/Sida


Duzentos e 60 pessoas foram sensibilizadas sobre prevenção contra o Vih/Sida, nos municípios do Huambo e Caála, através da realização de palestras promovidas em Outubro pela organização não-governamental Associação de Desenvolvimento e Enquadramento Social das Populações Vulneráveis (ADESPOV). 

O coordenador do projecto proactivo desta organização, Duarte Alberto Wandalika, disse ser intenção, através de actos de sensibilização, envolver as pessoas no combate da propagação da doença.

 Informou que o projecto proactivo da ADESPOV consubstancia-se nas componentes comunicativa, biomédica e advocacia para exigir o reconhecimento humano legal das pessoas vivendo com o Vih/Sida.

Duarte Wandalika deu a conhecer que o projecto tem como grupo focal os camionistas e as mulheres trabalhadoras de sexo nos bares, pensões e outros lugares públicos, considerados vectores da doença.

Além da sensibilização contra o Vih/Sida, as 260 pessoas foram também aconselhadas, em Outubro, a conviverem com esta doença, a absterem-se do consumo de álcool, de actos de violência doméstica, assim como a usarem preservativo e a adoptarem técnicas simples preventivas de doenças de contaminação sexual.

Disse que até Agosto próximo, período em que encerra o projecto, serão sensibilizados na província do Huambo 30 mil pessoas.

in ANGOP de 15.11.2013

Sem comentários:

Publicar um comentário