sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Queda de um raio mata uma pessoa


Uma pessoa morreu e seis ficaram feridas depois de terem sido atingidas por um raio, no município da Cáala, província do Huambo, onde se têm registado fortes trovoadas, na sequência de chuvas torrenciais.

O porta-voz local do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros disse, à Anglo, que os feridos estão internados no Hospital Municipal da Caála.

Francisco Muepa também referiu que foram registados quatros incêndios, que afectaram quatro moradias nos bairros São João, Vila Graça e Calilongue. Na origem dos incêndios estiveram curto-circuito, negligência e fogo posto, este último por elementos ainda não identificados.


O comando dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiros interveio ainda noutras situações, como o desencarceramento de vítimas de acidentes de viação, resgate e remoção de cadáveres, nos municípios do Huambo e Caála, e transferência de pacientes para hospitais.


Os Serviços de Protecção Civil e Bombeiros têm relatado, com alguma frequência no período chuvoso, a morte de cidadãos vítimas de raios provocados pela ocorrência de trovoadas. 


in Jornal de Angola de 29.11.2013 

Sem comentários:

Publicar um comentário