quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Detida cidadã por movimentar notas falsas da nova família do Kwanza


Uma cidadã de 33 anos de idade foi detida, na vila municipal do Longonjo, a 64 quilómetros da cidade do Huambo, acusada de movimentar notas falsas da nova família do Kwanza.
 
O chefe do posto comando da Polícia Nacional no Longonjo, sub-inspector Manuel Calenga, informou hoje à Angop que a mesma foi actuada em flagrante delito, quando comprava produtos diversos no mercado informal deste município, tendo, de seguida, se colocado em fuga.
 
A Polícia Nacional, de acordo com o seu chefe do posto, apreendeu três mil kwanzas falsos com os quais esta cidadã, residente num dos bairros periféricos da cidade do Huambo, pretendia fazer compras.
 
 
O sub-inspector Manuel Calenga afirmou que estão a ser feitas buscas para se encontrar uma outra cidadã que, presumivelmente, também pretendia efectuar compras com notas falsas, já que a mesma pôs-se em fuga no momento em que foi detida a outra.
 
Este é o 1º caso do género que se regista no município do Longonjo.

in ANGOP de 21.08.2013

Sem comentários:

Publicar um comentário