quinta-feira, 12 de julho de 2012

Governo aposta no aumento de unidades sanitárias na comuna do Cuima

Duas unidades sanitárias estão a ser construídas na comuna do Cuima, a cerca de 75 quilómetros a oeste da cidade do Huambo, numa acção do governo que visa aproximar junto das populações os serviços de saúde, no quadro da execução do Programa de Desenvolvimento Rural e de Combate à Pobreza.
 
O facto foi avançado hoje pelo administrador comunal, Faustino Kapinhala, assegurando que nesta altura está em curso a construção do centro de saúde de referência na sede, cuja empreitada termina no princípio do mês de Agosto.
 
De acordo com a fonte, está igualmente em curso a construção de um posto de saúde no sector de Kachindongo e a reabilitação da unidade sanitária junto ao Magistério Primário Teófilo Duarte, numa iniciativa que vai contribuir na melhoria da qualidade de assistência médica às populações daquela circunscrição.
 
Faustino Kapinhala falou ainda da existência de novos projectos de construção de outras unidades sanitárias para época de 2013/2017, principalmente para as áreas de Akolongonjo, Walembi, Tchilau e Kachindongo.
 
Na comuna do Cuima, adstrita ao município da Caála, já existem postos de saúde nas localidades de Guerengue, Ngove e a sede comunal, que recebem regularmente medicamentos da Direcção Provincial da Saúde para assistir às populações naquela região.
 
Faustino Kapinhala assegurou que nesta época do ano na comuna se registam com mais frequência as doenças respiratórias e diarreicas agudas, conjuntivite e a malária.
in ANGOP de 12.07.2012

Sem comentários:

Publicar um comentário