sexta-feira, 6 de julho de 2012

Qualidade de ensino requer envolvimento da sociedade civil

O director em exercício do Centro Pré-Universitário Católico (CPUC) do Huambo, Nascimento Diniz, afirmou hoje, quinta-feira, nesta cidade, que a melhoria da qualidade de ensino e aprendizagem em Angola requer o envolvimento incondicional das distintas organizações da sociedade civil.
 
Ao intervir na cerimónia de inauguração da 2ª fase do CPUC, Nascimento Diniz sublinhou que o envolvimento colectivo da sociedade civil no sistema de ensino e aprendizagem vai permitir uma maior largueza e flexibilidade de pensamento, bem como contribuir com êxitos para o desenvolvimento educacional do país.
 
Felicitou, contudo, o Executivo angolano pelo seu empenho na implementação de programas que visam melhorar as condições básicas da população, com realce para água canalizada, saúde, habitação, transportes, vias rodoviárias e acesso à educação, de modo a incluir as crianças fora do sistema de ensino.
 
No seu entender, não basta o governo concretizar tais objectivos, pois é necessário que a sociedade civil e as comunidades se organizem para firmarem parceiras sociais com o governo, contribuindo no sentido de se garantir aos filhos uma educação de qualidade e uma Angola próspera e quadros competentes para corresponderem com as exigências do desenvolvimento do país.
 
O Centro Pré-Universitário Católico, conhecido por escola Santo Agostinho, funciona num edifício de dois pisos que comporta, entre outras infra-estruturas, oito salas de aulas, três gabinetes, secretaria, sala de professores, capela, dois gabinetes, campo gimnodesportivo, três laboratórios (biologia, química e física), sala de Internet e sala de conferências.
in ANGOP de 06.07.2012

Sem comentários:

Publicar um comentário