quinta-feira, 24 de maio de 2012

INE com dificuldades de actualização cartográfica

Responsável do INE do Huambo, Eurásia Demba

A falta de conhecimento e omissão das delimitações reais das áreas de jurisdição, por parte dos administradores de sectores e autoridades tradicionais, tem dificultado os trabalhos do serviço provincial do Instituto Nacional de Estatística (INE), uma acção do governo que visa facilitar a realização do censo populacional neste região em 2013.

Em declarações a responsável do INE do Huambo, Eurásia Demba, revelou que os técnicos no terreno têm tido muitas dificuldades em obter dos administradores e autoridades tradicionais, as delimitações reais entre bairros, face a construção anárquica que se regista na periferia desta urbe.


Esta falta de conhecimento e omissão de dados reais das delimitações, tem contribuído no atraso do processo da actualização cartográfica e da habitação para referenciar todas as infra-estruturas físicas e a toponímia, numa altura que a instituição tem apenas sete meses para se atingir os 11 municípios que compõem a província”, realçou.

Eurásia Demba referiu que, o processo de actualização cartográfica e da habitação teve início em Abril deste ano no município do Huambo, e já se realizaram trabalhos de delimitações nas comunas Comandante Bandeira (bairro do Benfica, rua do Comércio, Canhe, Macolocolo, Santa Teresa e Funileiros), Joaquim Kapongo (bairro São Luis, Katoto, Rio de Janeiro).

A eesponsável acrescentou que, o processo de actualização cartográfica está em curso nas comunas comandante Xavier Samacau e Nzangi, e apelou as administrações municipais, comunais, autoridades tradicionais, igreja e a sociedade civil no sentido de colaborar para o êxito da realização do censo populacional no próximo ano.

Eurásia Dembo assegurou que, o processo de actualização cartografia e habitação depois do Huambo será a extensivo para o município do Bailundo, onde será realizado o censo piloto na comuna de Luvemba, uma actividade que conta com 43 técnicos especializados distribuídos em sete grupos de trabalho.

in ANGOP de 24.05.2012

Sem comentários:

Publicar um comentário