segunda-feira, 15 de abril de 2013

Planeamento familiar considerado essencial para redução da mortalidade materna



O director do projecto “Força Saúde”, da Direcção Provincial da Saúde do Huambo, Jhony Juarez, considerou, nesta cidade, o planeamento familiar como uma ferramenta essencial para redução da taxa de mortalidade materna.

O director fez esta apreciação durante o discurso no encerramento de um curso de formação sobre o planeamento familiar, inserção e remoção de implantes, realizado de 01 a 12 de Abril deste ano, adiantando que o programa de planeamento familiar visa também melhorar a qualidade de vida da população, principalmente no meio rural.

Segundo Jhony Juarez, os métodos anticoncepcionais reversíveis de longa duração, como o Dispositivo Intra-Uterino (DIU) e os implantes, são eficazes e seguros, para todas as mulheres em idade reprodutiva.

Uma das vantagem da utilização do DIU e implantes, explicou, é a prevenção eficaz de uma gravidez durante dez anos, através da libertação de uma pequena quantidade de um produto no útero, que impede a fecundação, sem causar danos a mulher.

O Ministério da Saúde (Minsa) está a desenvolver acções no sentido de reduzir-se, cada vez mais, a mortalidade materna no país colocando a disposição das mulheres métodos de planeamento familiar seguros e de longa duração, para se evitar gravidezes indesejadas e melhorar o controlo da natalidade”, frisou.

Participaram da acção formativa 22 profissionais dos centros materno infantis da dos municípios do Huambo, Caála, Cachiungo, Londuimbali, Chicala-Cholohanga, Ekunha e Bailundo, na qual aprimoraram conhecimento ligados aos método de implante, efeitos colaterais, remoção, aconselhamento, saúde reprodutiva em Angola, pré teste conciliado entre outros assuntos.

in ANGOP de 15.04.2013

Sem comentários:

Publicar um comentário