terça-feira, 16 de abril de 2013

Sector privado emprega mais de três mil jovens na Caála



Três mil jovens de ambos os sexos, do município da Caála, 23 quilómetros a Oeste da cidade do Huambo, foram empregados em 600 pequenas e médias empresas do sector privado, numa acção que está a contribuir para a implementação do programa do governo de combate ao desemprego.

A informação foi avançada pelo chefe da repartição para os assuntos económicos da Administração da Caála, Isidro Kapetia, que destacou o papel do sector privado da criação de posto de trabalho para a juventude.

De acordo com o responsável, a repartição local está a desenvolver desde o princípio deste mês um processo de actualização das pequenas e médias empresas, por forma a avaliar o seu impacto no desenvolvimento social e económico no município.

A assegurou que a iniciativa visa igualmente a obtenção de dados estatísticos dos jovens empregados no sector privado no município, bem como proceder ao levantamento das empresas que funcionam e as que decretaram falência.

Não temos dados estatísticos actualizados. Desconhece-se o número real das empresas e temos muitos pedidos de legalização de unidades, por isso pretendemos com esta iniciativa procurar as empresas legalizadas que já não existem”, disse.

in ANGOP de 16.04.2013

Sem comentários:

Publicar um comentário