quarta-feira, 17 de abril de 2013

Recreativo da Caála motivado para vencer Petro de Luanda



O Recreativo da Caála está motivado para vencer o Petro de Luanda, em partida da oitava jornada do Girabola, a disputar quarta-feira, no Estádio dos Kuricutela, no Huambo, apesar da derrota na ronda anterior frente ao FC Santos.
 
Esta confiança foi manifestada pelo treinador da formação do planalto central, Ricardo Formozinho, em declarações à imprensa, quando fazia o lançamento da partida que abre a jornada antecipadamente, devido ao envolvimento da equipa do planalto central nas afrotaças.
 
O timoneiro afirmou que a equipa está motivada, pois a derrota frente ao FC Santos, por 4-3, não deixou marcas. “O facto de não termos ganho o último jogo não afectará o rendimento da equipa porque tem feito muitos boas coisas que prevalecem sobre as más”.
 
Apesar de respeitar o adversário, Formozinho garantiu que o Caála, em casa, vai demonstrar que é uma equipa fresca, forte, com vontade e com pretensões.
 
Na sua óptica, apesar das equipa, um dos sobreviventes nas afrotaças a par do Libolo, efectuar jogos consecutivos o cansaço não se faz sentir de uma forma vincada porque há uma grande motivação.
 
Ainda assim, afirmou que preferiria que o jogo fosse adiado devido ao envolvimento da equipa na taça da Confederação Africana de Futebol (CAF), devendo defrontar no domingo, no Estádio dos Kuricutelas, a formação do Etoile do Sahel da Tunísia, mas que agora é tarde e só resta disputar a contenda com os petrolíferos da capital.
 
O emblema da província do Huambo, a viver uma fase menos boa no Girabola, onde ocupa a nona posição com sete pontos, a jogar em casa, procurará somar pontos quarta-feira depois da derrota na jornada anterior no reduto do Santos FC (4-3).
 
O seu oponente, terceiro com 13 pontos, procurará manter o ciclo de vitórias (duas consecutivas), que se seguiu a uma fase de duas derrotas e um empate. Este será o segundo encontro sem o técnico Miller Gomes, que colocou o seu lugar à disposição alegando falta de apoio.
 
Os últimos encontros entre estas duas formações dão vantagem aos petrolíferos com uma vitória (2-0) e um nulo (0-0).

in ANGOP de 17.04.2013

Sem comentários:

Publicar um comentário