quarta-feira, 10 de abril de 2013

Produtores da soja e arroz terão brevemente sementes melhoradas



Os agricultores que se dedicam ao cultivo da soja e do arroz no país vão poder contar, a médio prazo, com sementes melhoradas, para aumentarem a produção e, consequentemente, permitirem que Angola se torne auto-suficiente nestes dois cereais.
 
A informação foi tornada pública, no Huambo, pelo ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Afonso Pedro Canga, tendo garantido que esforços estão a ser desenvolvidos para que o país tenha quantidades suficientes de sementes que possam responder às necessidades dos produtores.
 
Informou que o Instituto de Investigação Agronómica, ciente desta responsabilidade, já está a efectuar ensaios de algumas espécies de arroz e da soja que, em tempo oportuno, serão distribuídas aos agricultores.
 
O ministro da Agricultura, que visitou os campos de ensaio de cultivo do arroz e da soja na localidade da Chianga, a quase 12 quilómetros da cidade do Huambo, disse ter ficado com boa impressão do trabalho que está a ser desenvolvido pelos técnicos do Instituto de Investigação Agronómica.
 
Realçou que estes ensaios têm por objectivo aumentar a produção de sementes e também testar outros métodos e tecnologias que aumentem a produtividades dos cultivos e, concomitantemente, o rendimento das famílias camponesas. 
 
Informou também que o ministério tem convénios firmados com institutos de investigação agrária de outros países, entre os quais o Japão e Brasil, no sentido de adquirir novas sementes melhoradas.
 
Estamos a trabalhar com institutos de investigação de outros países, dentro da rede de investigação agrária, para podermos importar o que têm de bom”, realçou.
 
Afonso Pedro Canga visitou também o Instituto de Investigação Veterinária e as obras de reabilitação do edifício anterior, tendo, no final, considerado positivo o grau de execução física das mesmas.

in ANGOP de 10.04.2013


Sem comentários:

Publicar um comentário